América do Sul

Santiago: roteiro de um dia pelo centro histórico

Desde que estivemos em Santiago pela primeira vez, em 2017, ela se tornou nossa capital favorita na América do Sul (por enquanto). Nunca fomos de repetir destinos, mas tanto gostamos que retornamos em 2018!

A cidade de Santiago fica estrategicamente situada entre o oceano pacífico e a imponente Cordilheira dos Andes. De tão alta, é possível vê-la de praticamente qualquer ponto da cidade, e apesar de ela sempre estar lá, com seu topo branquinho coberto de neve, nem só dela se faz a cidade de Santiago.

Correo Central

A capital chilena é a oitava maior cidade das américas, a frente de cidades como Los Angeles, Chicago, Brasília e Buenos Aires. Em meio à essa quantidade de gente está uma cidade rica em cultura e história. Mas o tempo não parou por lá, é verdade, e hoje o centro de Santiago é rodeado por prédios históricos e edifícios modernos, ruas limpas e organizadas.

O centro histórico de Santiago, onde estão situados os principais edifícios que remontam à história do país, não é muito grande, e por isso é possível visitar os principais pontos a pé, em um único dia. Prepare um calçado confortável e bora bater perna!

Que dia ir?

Um dos pontos mais interessantes a se visitar no centro histórico de Santiago é o Palácio de La Moneda. Por lá acontece o cambio de guardia, que é a troca de guarda dos Carabineros de Chile, um evento cívico muito tradicional e imperdível. O desfiles duram aproximadamente 40 minutos e acontecem às 10h da manhã durante a semana e às 11h da manhã aos finais de semana e feriados. O desfile ocorre em dias alternados, ou seja, dia sim, dia não, por isso é interessante verificar o calendário da troca de guarda abaixo para programar seu roteiro.

Calendário Cambio de Guardia em 2019

Em Janeiro, Abril, Maio, Agosto, Novembro e Dezembro, o desfile acontece em dias pares. Já em Fevereiro, Março, Junho, Julho, Setembro e Outubro, o desfile acontece em dias ímpares.

Definido então o dia em que você vai visitar o centro de Santiago de acordo com o calendário da troca de guarda, bora cumprir o roteiro!

Por onde começar?

Se você estiver hospedado nos bairros Bellas Artes, Providencia, Las Condes e imediações, recomendamos começar o passeio pela estação de Metrô Santa Lucía, onde fica o primeiro ponto de parada. Apenas bom lembrar que é recomendável começar o passeio por volta das 8h30 da manhã, pois a troca de guarda acontece às 10h, ou caso seja final de semana, você pode começar às 9h30. Vamos aos locais de interesse!

Cerro Santa Lucía

O Cerro Santa Lucía é uma espécie de parque, que na verdade é um morro no meio da cidade. É um lugar incrível de onde se tem uma vista panorâmica da cidade e da Cordilheira dos Andes. O cerro possui uma área verde de mais de 65 mil m². Prepare as pernas porque são várias escadas para subir até o topo, mas tudo vale a pena, juramos!

Cerro Santa Lucía

O Cerro Santa Lucía possui várias entradas, mas todas te levam ao topo do morro, que possui um mirante incrível. Na entrada, os guardas irão lhe pedir para assinar um livro de visitas, mas a visitação é gratuita! Pelo caminho, vale a pena parar em pontos como na belíssima Terraza Neptuno que tem uma fonte de água muito linda, o Jardim Japonês, no Castillo Hidalgo e nas áreas de descanso para recuperar o fôlego e observar a bela natureza ao redor.

Após contemplar a vista incrível, descemos o morro até a Av. Libertador Bernardo O’Higgins e seguimos em direção ao Palacio de La Moneda. São cerca de 15 minutos de caminhada.

Palacio de La Moneda

O Palacio de La Moneda é a sede do governo chileno, e que recebeu esse nome porque há muito tempo atrás lá funcionava a casa de moedas do país. O edifício foi inaugurado em 1805, com arquitetura no estilo neoclássico italiano. O Palacio oferece visitas guiadas e gratuitas, que acontecem de segunda a sexta-feira, em quatro tours diários, com duração de 1h, porém é necessário agendar pelo site.

Fachada do Palacio

Sua visita guiada percorre os pátios externos e os salões internos. Entre eles o Salão Azul, que é o mais importante e onde acontecem as principais cerimônias do governo chileno. Por lá, você pode tirar fotos da linda fachada do prédio e da Plaza de la Constitución enquanto aguarda o início da troca da guarda.

Troca de Guarda do Palacio

A troca de guarda é uma atração imperdível que acontece em dias alternados de forma ininterrupta desde o ano de 1851. Faça chuva ou faça sol, o evento acontece! Vale lembrar que se você está de frente para o Palacio, você deve ir até a fachada sul, na parte de trás do Palacio, pois a cerimônia se inicia na Plaza de la Ciudadanía e dura cerca de 40 minutos.

Ao término da cerimônia, hora de partir para o próximo ponto, o Paseo Ahumada, uma espécie de calçadão, e para isso, você pode seguir pela Calle Agustinas por 5 minutos na direção oposta ao Palacio.

Paseo Ahumada

O Paseo Ahumada é uma espécie de calçadão cheio de pequenas boutiques e grandes lojas de departamento. Se você curte compras, com certeza o Paseo Ahumada é um dos melhores lugares em Santiago.

Paseo Ahumada

Lá você vai encontrar muitas de marcas chilenas e internacionais de roupas, perfumaria, joias, eletrônicos, souvenirs, entre outros. As lojas que entramos e encontramos bons preços foram a Falabella e a Ripley. A Falabella possui duas lojas na Ahumada, uma só de artigos femininos e outra de todos os tipos, e lá encontramos boas promoções e compramos jaquetas de couro ecológico de ótima qualidade por R$35 (absurdamente barato). Na Ripley encontramos perfumes e cosméticos com preços atrativos, muito mais baratos que no Brasil.

Seguindo pelo Paseo Ahumada na direção norte, na altura na Calle Banderas, você entra à esquerda e logo encontra o Museo de Arte Precolombino.

Museo de Arte Precolombino

O Museo de Arte Precolombino fica em um bonito prédio histórico, sendo que foi inaugurado em 1981. É um dos mais interessantes de Santiago e possui um dos melhores acervos da América Latina, conta com milhares de peças do período pré-colombiano que pertenceram a vários povos que habitavam o continente americano antes da chegada dos espanhóis. Algumas peças são de aproximadamente 5.000 anos atrás.

Museo de Arte Precolombino

A coleção do museu está dividida de acordo com regiões: Mesoamericana (México, Guatemala, Honduras, El Salvador e parte da Nicarágua), Intermédia (Equador e Colômbia), Caribenha (Caribe e Antilhas), Amazonas, Andes Central (Peru e Bolívia), Surandina (Argentina) e Chile.

De lá, você pode retornar para o Paseo Ahumada e seguir por mais 5 minutos na direção direção norte, até chegar na Plaza de Armas, o principal ponto do centro de Santiago.

Plaza de Armas

Bem no centro da cidade, a Plaza de Armas é a principal praça e o coração do centro histórico de Santiago. Ao redor dela tem vários outros pontos de interesse. Na esquina da Plaza de Armas, entre as ruas Paseo Puente e Catedral encontramos a Catedral Metropolitana de Santiago, uma linda e imponente igreja católica. Apesar de linda, a igreja não conserva o edifício original, já que este foi destruído por vários terremotos que já atingiram o Chile.

Plaza de Armas

Ao lado norte da praça encontramos três antigos edifícios governamentais: o Correo Central, Museo Histórico Nacional e a Municipalidad de Santiago. Nos arredores da praça, chama atenção o Portal Férnandez Concha que foi construído em 1871 e abrigava o Gran Hotel Inglés. Por lá, você vai encontrar diversas pessoas oferecendo tours ao Valle Nevado, Cajon Del Maipo e outros destinos no solo chileno.

Saindo da Plaza de Armas, seguimos novamente pelo Paseo Ahumada na direção norte, em direção ao Mercado Central.

Mercado Central

Se você está em Santiago, certamente não pode deixar de ir ao Mercado Central. Apesar de não termos achado lá essas coisas, o Mercado faz parte da cultura da cidade e certamente não pode passar em branco. O Mercado Central está localizado em um prédio histórico de 1872, construído com ferro fundido na Escócia.

Mercado Central

Apesar da elegante fachada do edifício, lá dentro o clima é de mercado público. Tem vendas de peixes e frutos do mar, restaurantes típicos e garçons tentando te intimidar a sentar nas mesas dos restaurantes. Lá dentro, o cheiro de peixe é bem forte.

Apesar dos pesares, o Mercado Central é um bom local para quem quer conhecer a tradicional gastronomia chilena e comprar souvenirs e lembrancinhas. Lá os peixes e frutos do mar são frescos e você vai ver muita gente comendo a centolla, uma espécie de caranguejo gigante que é cultivado no Sul do Chile.

De lá, seguimos para o Cerro San Cristóbal, que fica no bairro Bellavista, e à ele dedicaremos um post especial! 😉

Para você se localizar melhor e poder pesquisar os pontos mais interessantes, restaurantes legais e avaliações dos locais, é importante que você esteja conectado! Nós sempre usamos o EasySim4U e ele nunca nos deixou na mão, por isso eles são nossos parceiros! Utilize o cupom DUASMALAS e ganhe 10% de desconto no seu pedido!

Obrigado pela leitura!